Em Mim Brilhou a Tua Luz
 
 
Aleixo Alves de Souza
 
 
 
 
 
Radiosa Visão
 
Tu, que ao silêncio imenso me ensinaste
A descer, quando em horas de amargura;
Nas horas de terror e de desgaste
Das cadeias da dúvida, tão dura…
 
Certo dia, afinal, te revelaste,
E em mim brilhou a tua Luz, tão pura,
– Mais que um diamante de auri-fulvo engaste,
– Mais que um farol brilhando em noite escura…
 
Paz, doce paz, por que não perduraste?
Luz, doce luz, que tão fugaz brilhaste…
Busca-te, ansiosa, a mente – e o coração!
 
E apagado o farol, voltando à treva,
A esperança de achar-te é que me leva
A afrontar desta vida a escuridão.
 
000
 
O poema acima é reproduzido do livro “Écos do Meu Silencio”, de Aleixo Alves de Souza, Rio de Janeiro, 95 pp., 1937, ver p. 70. Não há indicação de editora. A ortografia foi atualizada.
 
000
 
Aleixo Alves de Souza foi eleito presidente da Sociedade Teosófica no Brasil em 1937, permanecendo no cargo até 1946.  Sobre a história do movimento teosófico no Brasil, veja os artigos “Breve Histórico da Teosofia no Brasil”, “Origem do Movimento Teosófico no Brasil”, “Bispo Católico Visita Plantações em Marte”,  “A Teosofia no Brasil”, “Besant Anuncia Que é Mahatma” e “Leadbeater Diz Que Matou Brasileiros”.
 
000
 
Em 14 de setembro de 2016, depois de uma análise da situação do movimento esotérico internacional, um grupo de estudantes decidiu criar a Loja Independente de Teosofistas. Duas das prioridades da LIT são tirar lições práticas do passado e construir um futuro saudável
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto).
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:
 
 
000