Algumas Bênçãos Invisíveis
Acompanham Todo Esforço Nobre
 
 
Joana Maria Pinho
 
 
 
 
 
À medida que estudamos a literatura esotérica passamos a perceber que a ética está na essência da teosofia.
 
O conhecimento, a sabedoria e o trabalho pelo bem da humanidade nascem da ação  ética ao mesmo tempo que nos conectamos com o eu superior e fazemos um esforço crescente para expressá-lo nas diferentes dimensões da nossa vida. 
 
Ser uma pessoa ética exige sinceridade em cada aspecto da existência. Tentar viver de modo correto é sobretudo combater desejos e ilusões pessoais.  Se quisermos vencer a batalha interna necessitamos de coragem, discernimento e humildade para ver nossos erros e corrigi-los.  A correção das falhas  fortalece nossa conexão com o eu superior. 
 
Só podemos expressar a ética se formos éticos nós mesmos, e isso ocorre quando deixamos de lado as visões egoístas da vida.  Helena Blavatsky escreveu:
 
“Precisamos de toda nossa força para enfrentar as dificuldades e os perigos que nos rodeiam. Temos que combater inimigos externos como o materialismo, o preconceito e a teimosia; inimigos como os meros costumes e as formalidades religiosas (…). Há inimigos mais traiçoeiros, que ‘usam o nosso nome em vão’ e fazem da Teosofia uma palavra vazia, vendo a Sociedade Teosófica como algo sobre o qual se pode jogar lama. Eles caluniam os teosofistas e a teosofia, e usam a Ética moral como cortina para esconder os seus próprios objetivos egoístas. E, como se isso não fosse suficiente, há os piores inimigos de todos – aqueles que agem em nossa própria casa – os teosofistas que são desleais para com a Sociedade e para com suas próprias consciências.” [1]
 
Neste trecho, a palavra “Sociedade” significa “movimento teosófico”.
 
Os perigos e as oportunidades andam juntos. Um Mestre de Sabedoria escreveu a alguns teosofistas:
 
“… Olhe para o futuro (…). Se seus olhos estivessem abertos, vocês poderiam ter tamanha visão das bênçãos potenciais para vocês mesmos e para a humanidade (…) que teriam suas almas incendiadas pela alegria e pelo entusiasmo!” [2]
 
O futuro luminoso está perto. A cada novo esforço por viver a ética, ele se torna uma parte do presente e o sofrimento abre um certo espaço para a bem-aventurança.
 
NOTAS:
 
[1] “Five Messages”, um livreto com textos de Helena P. Blavatsky,  publicado pela  Theosophy Co. e disponível em PDF em nossos websites associados. Veja ali a “Second Message”, pp. 13-14.
 
[2] “Cartas dos Mestres de Sabedoria”, editadas por C. Jinarajadasa, Editora Teosófica, Brasília, 1996, Carta 20 da primeira série, p. 66.
 
000
 
O texto acima é uma tradução do artigo “Looking to the Future”, que está disponível em nossos websites associados.  
 
000
 
Em 14 de setembro de 2016, depois de uma análise da situação do movimento esotérico internacional, um grupo de estudantes decidiu criar a Loja Independente de Teosofistas. Duas das prioridades da LIT são tirar lições práticas do passado e construir um futuro saudável
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:   
 
 
000